"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Meu Diário
23/11/2015 02h25
O "CH" DA QUESTÃO

    Não é só o Chiru Velho que confunde os riscados. Tem muita gente boa que troca as baionetas. Na hora de escrever “xucro” escreve “chucro” e na hora de escrever “chiru” escreve “xiru”. Nesse charco (com CH), muitos não enxergam (com X) a enxurrada (com X) de coisas tachadas (com CH) do que não são. Ainda bem que a Dona Palometa (sem rima) está sempre por perto.


Publicado por Landro Oviedo em 23/11/2015 às 02h25


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)