"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Meu Diário
18/08/2016 23h14
UM CASO DE METONÍMIA


"metonímia

(me.to.ní.mi:a)

sf.

1. Ling. Figura de linguagem baseada no uso de um nome no lugar de outro, pelo emprego da parte pelo todo, do efeito pela causa, do autor pela obra, do continente pelo conteúdo etc. (p.ex.: beber um copo no lugar de beber a cerveja do copo).

[F.: Do gr. metonimía,as.]" (Dicionário Caudas Aulete)

     Essa figura de linguagem é muito empregada e de grande valia na língua portuguesa. Vejamos um caso concreto de uso.

     Um editor de uma grande revista estava procurando um repórter para cobrir um evento do Mercosul. Dirigiu-se a um deles, muito competente, para aferir se ele tinha o perfil daquela cobertura.

- Ednardo, como está teu espanhol?

     A pergunta era pertinente, uma vez que o domínio dessa língua facilitaria o desempenho do enviado especial.

     Ao questionamento, o repórter respondeu:

- Ele não é espanhol, ele é uruguaio.

     Eis um típico caso de metonímia. 


Publicado por Landro Oviedo em 18/08/2016 às 23h14


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)