"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Meu Diário
12/01/2016 20h42
SAIU O MEGALUPA 35 – JANEIRO-FEVEREIRO DE 2016

Leia nesta edição:

- O grande golpe do governo de Dilma Rousseff contra o FGTS

- Sartori (RS), o homem medíocre no governo // - Caderno de Notas (Imobilidade urbana, Pronatec, Segurança privada, Chasque de Cultura)

- Debate aberto / Será o Facebook a Rede Globo da Internet?

- Literatura gaúcha – Breve nota sobre Apolinário Porto Alegre.

Para ler, clique em

http://zip.net/bfsHCG


Publicado por Landro Oviedo em 12/01/2016 às 20h42
 
26/11/2015 01h05
AUTÓGRAFOS NA ARI

"CONVITE

A Associação Riograndense de Imprensa – ARI convida para o bate-papo e sessão de autógrafos de Maria Alice Braga - livro "Manoelito de Ornellas, vida e obra de um ex-presidente da ARI" e de Paulo Ricardo Cunha Mendes - "Um Bardo Desgarrado - a Poesia Regionalista de Aureliano de Figueiredo Pinto", no dia 28 de novembro, às 11h.
Os participantes serão recebidos no Bar da ARI com um coquetel. O evento terá cobertura do Programa "Conversa de Jornalista", transmitido ao vivo pela Rádio da Universidade 1080
AM http://www.radio.ufrgs.br


Encontro: Bate-papo e sessão de autógrafos
Quando: 28 de novembro (sábado)
hora: 11h
local: Associação Riograndense de Imprensa – ARI - Avenida Borges de Medeiros, 915 - 8ª andar
Informações: 3211-1555"


Publicado por Landro Oviedo em 26/11/2015 às 01h05
 
23/11/2015 02h25
O "CH" DA QUESTÃO

    Não é só o Chiru Velho que confunde os riscados. Tem muita gente boa que troca as baionetas. Na hora de escrever “xucro” escreve “chucro” e na hora de escrever “chiru” escreve “xiru”. Nesse charco (com CH), muitos não enxergam (com X) a enxurrada (com X) de coisas tachadas (com CH) do que não são. Ainda bem que a Dona Palometa (sem rima) está sempre por perto.


Publicado por Landro Oviedo em 23/11/2015 às 02h25
 
20/11/2015 00h01
ZERO HORA MAIS UMA VEZ CONTRA OS APOSENTADOS

Editorial de Zero Hora, 19.11.2015
“O dado positivo [acerca da manutenção de vetos do governo] é que, apesar de aprovados no limite, os vetos foram mantidos, inclusive o que derruba a proposta de correção de todas as aposentadorias pela política de atualização do salário mínimo.” Todo aposentado que for assinante de Zero Hora ou que resolver assinar este jornal está “assinando com o inimigo”.


Publicado por Landro Oviedo em 20/11/2015 às 00h01
 
19/11/2015 00h58
"O PATRONO E A PRÓCLISE"

"O PATRONO E A PRÓCLISE"

    Artigo "O patrono e a próclise", publicado no Caderno de Sábado do jornal Correio do Povo, de Porto Alegre-RS, em 14.11.2015. Landro Oviedo analisa o uso da próclise no poema "Essas mulheres", de Dilan Camargo, poeta, compositor e professor, patrono da 61ª Feira do livro de Porto Alegre (2015). No texto, o autor mostra que a próclise das orações iniciadas pelos pronomes oblíquos é hoje uma realidade linguística e mostra-se cada vez mais presente na linguagem poética, que tem o condão de referendar seu uso, tão censurado em nossas gramáticas.

Para ler, clique abaixo:

http://zip.net/bxsqD8


Publicado por Landro Oviedo em 19/11/2015 às 00h58



Página 10 de 75 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)