"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Textos


POEMA DO LEITOR

Oh, tu, que vens de onde
Há mil significados
Aduz tua epifania
Ao meu texto inacabado

Aporta tua emoção
Fazendo pulsar a minha
O que sinto também sentes
Impresso nas entrelinhas

Eu amo e tu também amas
Cada um na sua medida
Ao dito rege o não dito
Temperado na dor lida

O que seria do verso
Guardado na escrivaninha
Sem o sopro de quem lê
Semeando vinho na vinha

Urge que o leitor dê vida
Ao poema entreaberto
Se o poeta mora longe
A poesia mora perto

Na comoção despertada
Há traços de coautor
O poema é do poeta
Mas também é do leitor.



FAÇA UM CURSO:
www.portaldecursosrapidos.com.br/landro
 
Landro Oviedo
Enviado por Landro Oviedo em 29/07/2018
Alterado em 30/07/2018


Comentários


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)