"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Textos


QUADRINHAS MATREIRAS

Quem se queixa desta vida
Não sabe o quanto ela é guapa
Vou morrer gastando os dias
Que recebi de inhapa

O falastrão é um problema
Tipo mão maior que a luva
Não tem a sabedoria
Do galo quieto na chuva

Essa tal homofobia
É uma grande frescura
Quem cuida da vida alheia
Merece levar uma dura

Eu tenho um amigo corno
Que divide a “muié”
Não quer carne de segunda
E compartilha o filé

Pra evitar essa Lei Seca
Só tomo chá de carqueja
Já não bebo e dirijo
Pode cair a cerveja

No truco eu não me apicho
Mato tudo e ainda me sobra
Já namorei uma prenda
Só porque gostei da sogra.
Landro Oviedo
Enviado por Landro Oviedo em 10/06/2019
Alterado em 05/07/2019


Comentários


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)