"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Áudios

"BRASIL LATINO" - RÁDIO EDUCADORA - P. ALEGRE-RS
Data: 27/05/2014
Créditos:
SÉRIE RESGATE CULTURAL
"BRASIL LATINO" - RÁDIO EDUCADORA - P. ALEGRE-RS
Programa Brasil Latino, da extinta Rádio Educadora, em 2.11.1996.
Apresentação: Landro Oviedo, César Pereira e Nélson Fachinelli (in memorian)
Mesa de som: Nilza Oliveira
Coord.: N. Fachinelli
Citados: Z. Brasil, Paulo C. Lopes, Á. de Azevedo, A. Wamosy, J. Valter de Souza, L. Ripoll, Ercília de Magalhães, E. Wayne, Raimundo Araújo, W. Ayala, Helenara, W. Gularte, J. C. Vellinho, Zeferino Fagundes, M. de Ornellas, S. Jacaré.


RÁDIO: VOZES DE CULTURA REENCONTRADAS

   Muitas vezes, as tarefas nos escolhem, para além da nossa vontade e das nossas próprias escolhas. Foi o que ocorreu comigo nos anos 90, entre 96 e 99, quando o poeta e jornalista Nélson Fachinelli (in memoriam) me convidou para ajudar na produção e apresentação dos programas da Casa do Poeta Rio-Grandense (Capori) na extinta rádio Educadora, projeto que ele já vinha desenvolvendo. Nem tive tempo de discutir ou refletir sobre o assunto, pois havia o espaço e era preciso ocupá-lo, sob pena de perdê-lo para o nada.
    Foi assim que começamos, eu, Fachinelli e o professor César Ricardo Osório (in memoriam, falecido em 2004) e ocasionalmente o poeta César Pereira, a encaminhar as gravações semanais. Não éramos locutores, mas, como agentes culturais, não poderíamos fugir da raia. Foi assim que programas como o Brasil Latino, Encontro Cultural e Vozes da Cidade foram ganhando vida e sendo reproduzidos no dial 1.340 da Educadora AM, integrante da Fundação Educacional e Cultural Padre Landell de Moura (Feplam).
    Para nós, era sabido e consabido que a audiência seria mínima. Mas, contudo, estávamos cientes de que, modestamente, estávamos gravando para o futuro. Foi assim que realizamos entrevistas com muitas pessoas da cena cultural de Porto Alegre, do RS e do Brasil. Foi dessa forma que geramos um rico material para contribuir com qualquer painel que venha a ser traçado para dar os contornos da cultura gaúcha nesse período.
    Além de ouvir pessoas que ainda podemos encontrar pelas ruas do nosso aglomerado urbano, as gravações servem para amenizar a saudade de amigos e amigas que estiveram conosco nesse intervalo do universo chamado vida. É emocionante, por exemplo, poder repassar um diálogo com o ator Meme Meneguetti ou com o escritor Laury Maciel. Agora, com o advento da Internet, impensada nos moldes atuais para nós naqueles dias, estamos, aos poucos, colocando os programas na rede e depois vamos buscar entregar esse material para alguma instituição cultural que possa preservá-lo. Essas vozes reencontradas, esperamos, nunca mais se calarão.

 
Enviado por Landro Oviedo em 07/06/2014



Comentários


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)