"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Meu Diário
19/09/2019 21h31
PRONTO, FALEI! (3)

     O bom professor de português, ao contrário do que muitos pensam, não é um catador de “erros” de linguagem, mas um profissional que valoriza a linguagem e a comunicação eficaz, buscando uma adequação entre texto e contexto.



Publicado por Landro Oviedo em 19/09/2019 às 21h31
 
16/09/2019 23h09
PRONTO, FALEI! (2)

Nunca subestime um idiota. Eles reunidos podem mudar o rumo da história.


Publicado por Landro Oviedo em 16/09/2019 às 23h09
 
16/09/2019 16h07
PRONTO, FALEI! (1)

     O que muitos chamam de mulher fácil, eu chamo de mulher sincera. Só os machistas usam esse rótulo.


Publicado por Landro Oviedo em 16/09/2019 às 16h07
 
15/09/2019 18h42
“TSÉ”, UM DOCUMENTÁRIO FAMILIAR E UNIVERSAL

     O filme é excelente e emocionante, recomendo a todos. O tema das atrocidades do nazismo visto pela trajetória individual de Tsecha Szpigel é muito presente na obra e fica a pergunta recorrente: como o fanatismo pôde levar a tanta crueldade e indiferença? Tecnicamente, o documentário também é muito bom. 

     Os valores nazistas continuam por aí, à espera dos seus defensores. É preciso estar atento. Tsecha sobreviveu ao envio para o campo de concentração e teve sua família dizimada. Conseguiu embarcar para o Brasil em 1949, com seu marido e filho pequeno, apesar de um clima de adversidade para os refugiados.

     O documentáro foi feito a partir do relato da própria Tsecha, dos seus familiares, de fotos e imagens de arquivos familiares (ainda bem que diretor  Fábio Kow, neto, ganhou uma filmadora aos nove anos) e de imagens e vídeos históricos. O fio condutor da narrativa é a vontade suprema de Tsecha de viver. Somente isso a manteve viva para narrar e advertir. Sua história de vida é um duro aprendizado e mostra que, se somos feitos para esquecer e lembrar, o verbo lembrar é fundamental para a memória coletiva em qualquer época, notadamente em tempos sombrios como os que vivemos hoje no Brasil.

(Nota: o filme neste momento está sendo exibido na Cinemateca Paulo Amorim, na Casa de Cultura Mario Quintana, Porto Alegre)

 

 


Publicado por Landro Oviedo em 15/09/2019 às 18h42
 
01/09/2019 14h45
OBRIGADO AOS MEUS LEITORES E MINHAS LEITORAS

     Nesta postagem, quero agradecer as mais de 11 mil visitas dos amigos e amigas ao meu portal www.landrooviedo.com no mês de agosto. É sempre bom ter o trabalho reconhecido, seja para nas concordâncias, seja nas divergências. Por falar em divergências, aproveito para registrar que meu tópico sobre as estultices do governo de Jair Bolsonaro está entre os mais lidos, conforme vocês podem verificar na foto. Digo isso porque andei recebendo umas caneladas verbais de alguns leitores e eleitores dessa pessoa, que comentaram sobre a falta de leituras dos itens. Não é verdade. Bem, obrigado a todos. A leitura e a escrita críticas são formas civilizadas de convivência. Nunca precisamos tanto delas.

 


Publicado por Landro Oviedo em 01/09/2019 às 14h45



Página 4 de 107 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)