"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Textos

DO MUNDO DAS IDEIAS

Plenitude de expressão
Luta que não se descura
Estudante em Passo Fundo
Combati a ditadura
Mesmo lendo tanta asneira
Quero bem longe a censura

Jovens com ideias velhas
Tenho visto mais de um
Alguns ostentam clichês
Sem conteúdo algum
Viúvas da TFP
E do reverendo Moon

“Me gustan los estudiantes”
Entoou Violeta Parra
Virá deles a reação
Pra mudar a atual farra
Ladrarão pelo caminho
Os céticos de fanfarra

Não basta pensar o mundo
Há também que transformá-lo
O homem é sua pá de cal
Sem alguém pra despertá-lo
Uns dormem mais do que a cama
E outros acordam o galo

Metáforas não pagam contas
Nem reforçam o salário
Há que terçar com as palavras
Com lado nesse ideário
Se um poema tergiversa
Está vazio o relicário

Sei que mi'a paciência é curta
Com os apóstolos do nada
Num sistema corrompido
A omissão é laureada
“Caminante, no hay camino”
Cada um pega sua estrada.


PAAAAI7V_RtYaBTfGt4xRKTUQ8itPYF6atClCSAA1LGK5nLlNNT5cI9blRuaW53nbn_oUohbDr_av-zPgrb2eD1lbdQAm1T1UMxGBXbRkYAjkcqUINpS8JqWVDKi.jpg

Dos fonemas às letras e das letras ao poema
Landro Oviedo
Enviado por Landro Oviedo em 11/02/2013
Alterado em 11/02/2013


Comentários


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)