"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Áudios

TERCEIRO DESTINO
Data: 03/03/2013
Créditos:
Letra: Landro Oviedo
Música: Martin Coplas
Voz e violão: Martin Coplas


TERCEIRO DESTINO

Mirar ao longe ao lhanura
Senti-la dentro de si
Saber que a paz que perdura
Não cresce onde nasci

Em cada verso um açoite
Cada olhar uma certeza
Saber dos cristais da noite
E ver futura beleza

Voar como os condores
Reiventar Caiboaté
Na pampa morrer de amores
E crer recriando a fé

Da terra, ora emergente
Se forja um canto novo
Universal, verticente
Firmando a voz deste povo.

 
Enviado por Landro Oviedo em 12/03/2018



Comentários


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)