"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Meu Diário
18/09/2013 05h01
DILAN CAMARGO, FINALISTA DO PRÊMIO JABUTI

    Notícia boa da madrugada: o meu amigo, conterrâneo e escritor Dilan Camargo é um dos finalistas do Prêmio Jabuti, na categoria literatura infantil, com o livro "Com afeto e alfabeto", da editora Edelbra. O Dilan é um escritor ainda pouco conhecido em nossa terra natal Itaqui, mas é um orgulho entesourado para nossa querência. Seu universalismo literário o levou para outras plagas e conquistas, mas ele sempre preservou nossas raízes no coração. Na foto, estamos eu e ele no seu programa “Autores e livros”, veiculado em julho pela TV Assembleia do Rio Grande do Sul. Nossa amizade se dá aos intervalos, mas sempre eivada de admiração mútua e alegria de convívio. Grande letrista, vencedor de muitos festivais nativistas e um papa-prêmios literários, desses que facilitam o trabalho dos jurados pela qualidade do seu texto.
    No referido programa, tratamos sobre a obra do também escritor itaquiense Manoelito de Ornellas, que escreveu “Terra xucra” e “Gaúchos e beduínos”, entre outros clássicos da nossa literatura e sociologia sul-rio-grandense. O Dilan Camargo está sempre a postos quando se trata de atividades culturais e tem uma militância associativa muito importante na preservação da cultura gaúcha, organizando obras coletivas de alta qualidade literária e grandes nomes. Confesso que eu sempre quis ser amigo do Dilan Camargo e ele, mesmo já consagrado, quando nos conhecemos, foi muito generoso comigo, próprio de quem cultiva o afeto nas relações pessoais e nos temas dos seus livros. Parabéns, Dilan Camargo, por tua contribuição sempre diferenciada às nossas letras e à nossa cultura, tão rica, tão despercebida e tão nossa.


Publicado por Landro Oviedo em 18/09/2013 às 05h01


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)