"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Meu Diário
27/12/2014 15h20
AO DÉLVIO OVIEDO, FELIZ ANIVERSÁRIO

    Hoje, 27.12.2014, o meu tio e meu irmão Délvio Oviedo completa mais um ano de vida. Eu quero dizer que é uma dádiva tê-lo conosco hoje e sempre. A mim ele sempre serviu como referência, como exemplo de luta. Desde nossas origens humildes no Itaqui, lutando para sobreviver vida afora, levamos um jeito comum, uma moral ilibada herdada da minha vó, Alda Escobar Cruz (Vó Nenê), que nos ensinou que deveríamos ter retidão de caráter em todos os momentos, para que fôssemos dignos de merecer o apreço das pessoas de bem, daqueles que têm valores e que não são venais, que não se vendem e se não rendem pelos apelos mais fáceis. O Délvio tem uma estirpe, um DNA, que nos faz casca grossa com as vicissitudes cotidianas, como se estivéssemos sempre prontos para resistir em busca de um lugar ao sol. Não somos fáceis, mas somos abertos para ser melhores a cada dia, unidos por uma memória que faz nosso presente e assim fará o nosso futuro. Tivemos caminhos improváveis para chegar aonde chegamos. Somos gratos a todos e a cada ano sabemos que nossas ações aproximam as estrelas e os sonhos. Muito grato, parceiro. Mesmo longe, estamos mais pertos do que nunca. Feliz aniversário.



Publicado por Landro Oviedo em 27/12/2014 às 15h20


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)