"Como dois e dois são quatro/Sei que a vida vale a pena/Embora o pão seja caro/E a liberdade pequena" (Ferreira Gullar)
Textos


     "CAUSOS DO CORONEL", CAUSOS DE TODOS NÓS

     Nesta quinta-feira, 9.1.2020, recebi um convite especial do meu amigo e conterrâneo de Itaqui Elton “Benício” Escobar Saldanha, meu contraparente (descendemos do meu trisavô materno e seu bisavô materno, o coronel Benício Escobar, de São Borja). O ensejo era sua apresentação teatral “Causos do Coronel”, com textos do grande Luiz Coronel e direção de Cláudio Levitan, além de uma equipe de primeira. Em cena, ele contracena com Fernanda Carvalho Leite e Oscar Simch. Fernanda é hoje uma das mais festejadas atrizes do Rio Grande do Sul e está pedindo passagem para brilhar no cenário nacional. Simch, que conheci num curso de português que ministrei há muitos anos no Sindicato dos Jornalistas, assim como o Elton Saldanha, dispensa apresentações e é muito conhecido por integrar o espetáculo “Os homens de perto”, sucesso de crítica e de público, mesmo que isso possa parecer um chavão.
     O cenário é um bolicho de campanha onde os personagens desfilam histórias e expõem sua comicidade. São muitas fabulações inventadas e outras adaptadas do anedotário popular. O público reage muito bem em diversos momentos com o riso frouxo porque o texto e o desempenho dos atores e da atriz são realmente fluentes e convincentes, além de o cenário e o figurino serem de extrema verossimilhança. Surpreendeu-me o dinamismo com que o elenco passa de um personagem para outro e até tive a impressão de que algumas falas tinham sabor de improviso. A produção mostra um espetáculo de tanto profissionalismo que chegamos a esquecer que vivemos tempos adversos com a arte, pois o cenário é extremamente rico de itens típicos e denota um grande trabalho por trás, com riqueza de detalhes para ambientar a narrativa.
     Geralmente, eu tenho dificuldades para aceder a este tipo de convite por conta do meu trabalho como redator do jornal Correio do Povo, pois as atividades culturais costumam ser à noite. Desta vez, todavia, por estar desfrutando de uns dias de férias, foi-me possível comparecer e apreciar esta sessão teatral que enleva e eleva nosso regionalismo. Sobre o Elton, como ator, superou minhas expectativas pela qualidade do seu desempenho. Eu, que acompanho seu trabalho desde os tempos do bairro da Chacra, lá em Itaqui, fico honrado de vê-lo galgando com talento novos espaços. E ele ainda incorpora música e cantoria aos seus personagens, o que só colabora com a magia dessa arte milenar. Fernanda, Elton, Simch, Levitan e Luiz Coronel e a todos os que fizeram possível essa opereta gaúcha, inclusive o Grupo Zaffari, meu agradecimento pelo que pude presenciar, bem como pelo entretenimento que amplia nossa cultura, preenche a parte lúdica da nossa alma e nos remete a vivências que nos legaram uma identidade comum e imprescindível.
Landro Oviedo
Enviado por Landro Oviedo em 10/01/2020
Alterado em 10/01/2020


Comentários


"A VIDA É BELA. QUE AS FUTURAS GERAÇÕES A LIMPEM DE TODO MAL, DE TODA OPRESSÃO E VIOLÊNCIA E A DESFRUTEM PLENAMENTE." (LEON TRÓTSKI)